quinta-feira, 3 de julho de 2008

Átomo.

Por
Todos
Os cantos
Vi gente
Nascendo, morrendo, sofrendo, querendo, sendo...

Por
Todos
Os cantos
Revi gente
Dormindo, sentindo, sorrindo, fingindo, florindo...

Renasci
Morri
E
Senti gente
Cantando, chorando, brilhando, sonhando, amando...

Qual o significado de um poema? Qual a vantagem de ser átomo? Qual o desejo mais fiel? Qual a lágrima menos doce que já chorei? E a mais amarga? Qual será a melhor nuvem no céu? E a menor? Qual será o próximo qual? E quando? Quando deixarei de não-ser? Quando a Filosofia servirá para alguma coisa? Quando a mídia vai nos deixar em paz? Quando parar de escrever sem dizer nada?

Poemas são decepções mútuas. Quem escreve não entende, quem interpreta se surpreende. Palavras, palavras, palavras...

Tarefa do dia para mim: desligue o computador e volte à vida.

Um comentário:

Anônimo disse...

Ouvindo "Echoes" podemos ir bem longe...